ONG Parceira do PortoWeb

Milk

 

Fui assistir Milk sem maiores pretensões. Para falar a verdade, o que me levou a eleger a película foram as presenças de Sean Penn como protagonista do personagem principal e do sempre polêmico e inovador Gus Van Sant na direção.



A história narra a trajetória de Harvey Milk ativista e líder nas lutas pelos direitos homossexuais que termina por ser o primeiro gay a se eleger para um cargo público nos Estados Unidos. Não gostei muito do filme, a não ser pelo fato de se tratar de uma história real (o que sempre abranda um pouco os delírios das produções holywoodianas). Mas, de toda forma, além de Penn, os personagens foram muito bem encarnados por seus protagonistas, chegando mesmo a criar identidade física incontestável, como se pode constatar pela comparação de imagens ao final da obra (Josh Brolin está perfeito no papel do confuso e perturbado Dan White).



O mais interessante da obra, todavia, é um dos últimos discursos de Milk, no qual fala em nome de todas as minorias e faz o espectador refletir no quão difícil é a conquista por respeito e consideração num mundo repleto de opiniões pré-concebidas e com conceitos pré-estabelecidos.

Leia notícia sobre o filme publicada no site G1




A+-     A  ?
» contatos

Rua Andradas 1560, sala 611
Centro - Porto Alegre-RS
Cep 90020-002

 (51) 3414-6381 (das 14h as 18h)
 Fale Conosco



ANUNCIE

AQUI

Saiba como






















Desenvolvimento PROCEMPA