ONG Parceira do PortoWeb

Murderball


Quase um ano depois da boa recepção na última edição da Mostra BR de Cinema, finalmente chega ao circuito comercial o documentário "Murderball - Paixão e Glória", dos diretores Henry Alex Rubin e Dana Adam Shapiro co-produzido pela MTV americana e indicado para o Oscar da categoria neste ano.

Os paraplégicos são os protagonistas do longa, mas não espere um filme deprê sobre discriminação ou falta de oportunidades. "Murderball" é um documentário sobre um esporte bem agressivo, o rúgbi para paraplégicos, no qual os jogadores utilizam cadeiras com rodas especiais a modalidade era chamada de "murderball" (bola assassina) quando foi criada.

O filme registra a rivalidade entre duas equipes: de um lado, os EUA, espécie de "dream team" da categoria, considerados imbatíveis e arrogantes; do outro, o Canadá, seleção que começou a evoluir com o técnico Joe Soares atleta veterano que era da equipe norte-americana e se bandeou para os irmãos do Norte quando foi cortado.

Essa disputa é acirrada logo no início, quando o Canadá surpreendentemente conquista o título mundial (contra os EUA) na Suécia, em 2002. Até o fim do filme, eles vão se encontrar novamente, na briga pelo sonhado lugar mais alto do pódio da Paraolimpíada de Atenas, em 2004.

Enquanto a nova peleja não acontece, os diretores acompanham o cotidiano de Soares que é tão disciplinador em casa, com o filho pré-adolescente, quanto com o time e de jovens atletas da equipe norte-americana em especial, o "bad boy" Mark Zupan.

Entre os treinamentos, Zupan e outros companheiros desempenham uma função social, visitando escolas públicas ou centros de reabilitação, onde mostram para crianças não-deficientes e adultos recém-acidentados que a vida segue.

publicado originalmente na Folha Ilustrada em 29/09/2006:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u64760.shtml


A+-     A  ?
» contatos

Rua Andradas 1560, sala 611
Centro - Porto Alegre-RS
Cep 90020-002

 (51) 3414-6381 (das 14h as 18h)
 Fale Conosco



ANUNCIE

AQUI

Saiba como






















Desenvolvimento PROCEMPA