ONG Parceira do PortoWeb

Nota de Repúdio - (falta de) acessibilidade

Após a propositura de ação judicial para execução do TAC DA ACESSILIDADE, no dia 28 de abril 2014, pelos Ministérios Públicos Estaduais e Federais, a Associação RS Paradesporto se deparou com colocações na imprensa com as quais não pode silenciar. E diante disso redigimos a presente NOTA DE REPÚDIO em relação:

 

1) declarações da Sra. Diana Oliveira, Vice Presidente do Internacional, afirmando que não tinha conhecimento do prazo fatal para cumprimento do TAC; postura inadmissível e inaceitável a alguém que figura na direção de uma agremiação com o tamanho e a tradição do Internacional;

 

2) entrevista do Sr. Giovane Luiggi, Presidente do Internacional, afirmando que chuvas e falta de mão de obra impediram o Clube de realizar as obras e que faltavam "pequenos detalhes" para o cumprimento das obrigações; afirmações também inaceitáveis diante do período de 13 meses que o Internacional teve para adequar seu projeto e do fato de o Internaciona praticamente NADA ter realizado no Estádio neste longo período, sujeitando, inclusive, pessoas com deficiência a viver situações constrangedoras e indignas dentro do Beira Rio nos eventos de inauguração e jogo posterior;

 

3) postagem do jornalista Wianey Carlet, em seu blog do portal CLICRBS, na qual traz legislação superada sobre o tema acessibilidade, faz colocações inverídicas a respeito do conteúdo do TAC DA ACESSIBILIDADE e, sobretudo, coloca em dúvidas a atuação dos Minsitérios Públicos Estadual e Federal. A postagem configura perigosa tentativa de "enganar" a opinião pública e desviar a atenção para a TOTAL falta de acessibilidade do Estádio. Pior ainda é colocar em dúvida a atuação não de um órgão do Ministério Público, mas de dois. Na opinião canhestra do jornalista Wianey Carlet, ambos Ministérios Públicos - Federal e Estadual - teriam agido contra a lei. É profundamente lamentável ver um jornalista criticar os órgãos que nossa Carta Constitucional elegeu para a defesa dos direitos coletivos e difusos, exatamente no momento em que esses órgãos - da maior importância dentro de um Estado Democrático de Direito - cumprem sua missão de forma exemplar.

 

A RS Paradesporto REPUDIA tais posturas e manifestações que não condizem com o tamanho e a tradição da cargo ocupado e o espectro de pessoas atingidas pelas mesmas.

 

Luiz Portinho - Presidente

RS PARADESPORTO 



A+-     A  ?
» contatos

Rua Andradas 1560, sala 611
Centro - Porto Alegre-RS
Cep 90020-002

 (51) 3414-6381 (das 14h as 18h)
 Fale Conosco



ANUNCIE

AQUI

Saiba como






















Desenvolvimento PROCEMPA