ONG Parceira do PortoWeb
Portoweb / Portal da Solidariedade / RS PARADESPORTO / Paradesporto / Basquete em Cadeira de Rodas / Classificação Funcional

BASQUETE - CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL

Para equilibrar o jogo e garantir a participação de atletas com os mais diversos tipos de lesão ou restrição funcional, é utilizado um sistema de classificação. Antes de sua primeira competição oficial, cada jogador é enquadrado numa classe de acordo com a observação de seus movimentos e habilidades.

Durante o processo de classificação, um classificador (profissional capacitado para a avalição dos atletas) observa o atleta em movimentos típicos de jogo, em situações de passe, arremesso, rebote, drible e outras.  A partir de tais observações, o classificar verifica as limitações funcionais (nos planos vertical, horizontal e lateral) do atleta e lhe atribui a classificação que pode variar entre as classes 1.0, 1.5, 2.0, 2.5, 3.0, 3.5, 4.0 e 4,5 (sendo 1,0 atribuída ao atleta mais limitado funcionalmente e 4,5 ao atleta com maior potencial funcional).

Durante as partidas, a pontuação dos 5 jogadores será somada para formar o total de pontos da equipe, que não poderá ultrapassar 14 pontos. Na seqüência da partida, com as substituições, o quinteto em quadra nunca poderá ultrapassar a pontuação máxima de 14 pontos (o estouro de pontuação acarreta uma falta técnica para a equipe infratora).

Clique aqui para baixar GUIA DO SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL ELABORADO PELA FEDERACAO INTERNACIONAL DE BASQUETE SOBRE RODAS 




A+-     A  ?
» contatos

Rua Andradas 1560, sala 611
Centro - Porto Alegre-RS
Cep 90020-002

 (51) 3414-6381 (das 14h as 18h)
 Fale Conosco



ANUNCIE

AQUI

Saiba como






















Desenvolvimento PROCEMPA