ONG Parceira do PortoWeb
Portoweb / Portal da Solidariedade / RS PARADESPORTO / Paradesporto / Basquete em Cadeira de Rodas / Histórico

HISTÓRICO - BASQUETE

O basquete em cadeira de rodas começou a ser praticado nos Estados Unidos, em 1945. Os jogadores eram ex-soldados do exército norte-americano feridos durante a 2ª Guerra Mundial. A modalidade é uma das poucas que esteve presente em todas as edições dos Jogos Paraolímpicos. As mulheres disputaram a primeira Paraolimpíada em Tel Aviv, no ano de 1968.


O Basquetebol em Cadeira de Rodas foi a primeira modalidade a ser praticada no Brasil. O pioneiro nesta modalidade foi Sérgio Del Grande. Em 1951, ele sofreu um acidente durante uma partida de Futebol, e ficou paraplégico. Os médicos recomendaram a ele que viajasse para buscar tratamento nos Estados Unidos. Naquele país, Sérgio percebeu o quanto era dado valor para a prática esportiva associada ao processo de reabilitação.


Em meados da década de 50, Del Grande voltou para o Brasil, trazendo consigo uma cadeira de rodas especial para a prática do Basquetebol. Ele fundou o Clube dos Paraplégicos de São Paulo e procurou incentivar outras pessoas com deficiência a praticar a modalidade, através de exibições. Como sua cadeira havia sido fabricada nos Estados Unidos e não existia modelo parecido no Brasil, um fabricante procurou Sérgio para desenvolver aquele material aqui, utilizando de sua cadeira de rodas como protótipo. Em troca, Del Grande solicitou que o fabricante desse a ele 10 cadeiras de rodas, para que a primeira equipe fosse formada. E foi o que aconteceu.


A partir daí, o Basquete em Cadeira de Rodas no Brasil passou a evoluir cada vez mais. Em 1959, a equipe do Clube dos Paraplégicos de São Paulo viajou para a Argentina para disputar duas partidas contra a seleção daquele país. Venceram os dois jogos, um realizado em Buenos Aires e outro em Mar Del Plata. De lá pra cá, o Basquetebol em Cadeira de Rodas no Brasil se fortalece cada vez mais, tornando-se uma das maiores potências no mundo.


No Rio Grande do Sul as primeiras notícias que se tem dão conta que o Clube do Otimismo do Rio de Janeiro veio realizar uma partida apresentação no Ginásio Gigantinho, em Porto Alegre, na década de 70. Por lá estavam alguns integrantes da OMRAE, entidade local que congregava pessoas portadoras de deficiência física, que se interessaram pela modalidade e começaram a praticá-la. De lá para cá muitos avanços se verificaram e na década de 80 o Rio Grande do Sul chegou a conquistar um título de vice campeão brasileiro através da equipe da ARPA - Associação Riograndense de Paralíticos e Amputados que contava com jogadores excelentes como Claudio Antonio Araújo, Humberto Lippo, Jorge "Bicudo", Mineiro entre outros.

O RS PARADESPORTO, pode-se dizer, é o natural herdeiro dessa tradição dentro das quadras.



A+-     A  ?
» contatos

Rua Andradas 1560, sala 611
Centro - Porto Alegre-RS
Cep 90020-002

 (51) 3414-6381 (das 14h as 18h)
 Fale Conosco



ANUNCIE

AQUI

Saiba como






















Desenvolvimento PROCEMPA